Sofia Ceccato - flauta

Natural de Angra dos Reis (RJ), Sofia iniciou seus estudos musicais ao piano, aos 5 anos de idade, com sua mãe Suzette Ceccato. Seis anos mais tarde iniciou a prática de flauta transversal com o professor 

Paulo César Castilho, ainda em sua cidade natal. É formada em Flauta pela Universidade Federal do Rio de Janeiro na classe do professor Eduardo Monteiro. Em 2008 foi contemplada com uma bolsa para 

participar do Young Artists Bayreuth Festival, na Alemanha. Foi visitante intercambista na Universidade

da Georgia (EUA), se aperfeiçoando com Angela Jones-Reus, em 2009. É pós-graduada em música de câmara pelo Conservatório Brasileiro de Música e mestre em práticas 

interpretativas pela UNIRIO. Flautista da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro 

desde 2005, Sofia é também apresentadora dos programas Sinfonia Fina Partituras, exibidos pela 

TV Brasil. Como solista já se apresentou com a Orquestra Filarmônica de Petrópolis, a Cia. Bachiana 

Brasileira e, mais recentemente, fez sua estreia internacional com a Orquestra Filarmônica de 

Montevideo no Teatro Solis, executando Masia Muju, de Beatriz Lockhart, sob regência de Ligia Amadio.​

Atualmente é professora de flauta do Projeto Uzina, na Escola SESC de Ensino Médio no Rio de Janeiro e mãe da pequena Chloé.

Janaína Perotto - oboé

Natural do Paraná, Janaína Perotto iniciou seus estudos de oboé no McGill Conservatory of Music, com a professora Kathleen Davies e formou-se Bacharel em oboé pela UNIRIO. Foi integrante da Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem de 1999 a 2001, ano em que foi contemplada com uma bolsa de estudos do governo da Alemanha, para aperfeiçoamento na Escola Superior de Música de Karlsruhe, na classe de Thomas Indermühle.

Durante seu período de formação, também participou de masterclasses com professores como Ingo Goritzki, Nicholas Daniel, Christian Schmitt e Jacques Tys.

Janaína atua como primeiro oboé solo da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, desde 2002 e é Doutora em Música, pela Escola de Música da UFRJ, com tese voltada para o estudo da performance camerística.

Também e autora da página Era Apenas uma Fotografia e integrante do coletivo literário Passo o Conto.

Ariana Mendonça - fagote

Natural do Espírito Santo, Ariana cursa o Mestrado Profissional em Música na UFRJ. É pós-graduada em Educação Musical e Bacharel em Fagote pela Faculdade de Música do Espirito Santo. Com ampla experiência em óperas, festivais, música de câmara e orquestras sinfônicas, Ariana começou a estudar fagote através de um projeto social, sob orientação do Prof. Antonio Paulo Filho (Toninho). Em 2012 ingressou na Orquestra Sinfônica do Espirito Santo, OSES, onde atualmente exerce o cargo de Fagote e Contrafagote. É integrante da Orquestra Sinfônica de Mulheres do Rio de Janeiro, da Banda Sinfônica e Orquestra Sinfônica, ambos na Faculdade de Música do Espirito Santo, onde também atua como professora no Curso de Extensão. É considerada a primeira mulher capixaba a se profissionalizar neste instrumento.

© 2020 Trio Capitu